jornalismo, ciência, juventude e humor
Quem garante nossa segurança alimentar

Por Vinicius Almeida

A produção agrícola familiar, e não o agronegócio,  está na base da segurança alimentar de brasileiras e brasileiros, reitera nosso colunista

No vídeo desta semana, Vinicius Almeida, o Vinne, estudante de economia na Escola Superior Luiz de Queiroz (Esalq-USP) e nosso colunista, trata do tema essencial da segurança alimentar. As políticas públicas voltadas a essa questão complexa são de importância crucial para, em primeiro lugar, combater a fome, essa infâmia social que voltou a atingir o Brasil durante o passado governo das trevas e ainda persiste, apesar do novo programa federal e de outras iniciativas de instituições diversas determinados a extirpá-la. Em segundo lugar, tais políticas são componentes centrais de qualquer programa governamental efetivo de redução das desigualdades sociais.

Vinne lança no vídeo uma indagação sobre quem é o grande produtor de segurança alimentar em nosso país. E se você pensa que é o agronegócio, está equivocado. O agro pop produz para exportação e quem garante comida na mesa das brasileiras e brasileiros, ele informa, é a agricultura familiar. Portanto, é ela que está na base de nossa segurança alimentar, que é composta por múltiplos aspectos e fatores. Confira!

A propósito, o nosso Instituto Ciência na Rua é parceiro do INCT Combate à Fome, liderado pela Faculdade de Saúde Pública da USP, um dos 158 institutos nacionais de ciência e tecnologia apoiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), frequentemente em parceria com as fundações estaduais de amparo à pesquisa (Faps).

Compartilhe:

Colunistas

Luiza Moura

Luiza Moura

Thaciana de Sousa Santos

Thaciana de Sousa Santos

Vinicius Almeida

Vinicius Almeida

Acompanhe nas redes

ASSINE NOSSO BOLETIM

publicidade