Veja quem ajudou o Ciência na rua a nascer

Lançamos uma campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) para dar partida ao projeto Ciência na rua, através da Kickante, em 26 de agosto de 2015. Ela foi encerrada em 26 de outubro, 60 dias depois.

Foram muitos os que apoiaram a iniciativa, alguns financeiramente, outros comprando a ideia e se engajando no trabalho de espalhar aos quatro ventos que um jeito diferente de divulgar ciência no Brasil vinha por aí.

Cada um e todos foram vitais para fazer o projeto Ciência na rua florescer. Muito obrigada a cada um de vocês.

Encerrada a campanha, passados menos de 30 dias, 83% dos recursos arrecadados foram transferidos à conta do projeto. Na modalidade flexível que tínhamos escolhido, em vez da “tudo ou nada”, 17% da arrecadação compunham a taxa da Kickante caso a meta estabelecida não fosse atingida.

Ficamos longe da meta, seguramente muito ambiciosa para crowdfundings voltados a iniciar projetos de divulgação de ciência, tecnologia e inovação. Na verdade, mal conhecíamos os meandros e mecanismos desse tipo de financiamento aberto para projetos de empreendedores. Mas aprendemos muito no percurso, e em certa medida a experiência do Ciência na rua até inspirou o tema da edição mais recente da revista Comciência, do Labjor-Unicamp, que terminou gerando uma reportagem sobre crowdfunding também para a estreia do nosso site.

Eis os primeiros financiadores do Ciência na rua:

Alvaro Cruz
Claudia M. Rezende
Eliana Machado Ferreira
Elisa Marconi
Francisco Bicudo
Gisele Oda
Jose Paulo Silveira
Manoel Barral Netto
Marcelo Gentil
Maria Guimaraes
Maria Sampaio
Maria Suzana Souza Moura
Maria Valnice Boldrin
Regina Lucia Moura Silva
Silverio Crestana
Tessa Lacerda
Tiago Marconi
Vanderlan da Silva Bolzani