Pesquisadores da Universidade de Copanhague, na Dinamarca, analisaram restos de comida encontrados no Deserto Negro da Jordânia. Encontraram pão sírio de 14,4 mil anos. Ou seja, 4 mil anos mais velhos do que se imaginava.
Enquanto isso, Dona Claudine achando que o pão que ela ofereceu para a vizinha Eliso é que era velho e mofado… Ouça aqui, no episódio de Ciência no Elevador.