Geladeiras e ar-condicionados podem conter focos de Aedes aegypti

Pamela Gouveia | 23 de fevereiro de 2016

MU6m8vcYA Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) divulgou informações sobre novos locais que podem servir de criadouros inusitados do Aedes aegypti. Não apenas vasos de plantas, calhas e lajes, mas eletrodomésticos como ar-condicionado e geladeiras também podem conter focos do mosquito transmissor de doenças como dengue e zika.

Segundo Marcelo Burattini, infectologista do Hospital São Paulo, alguns modelos destes equipamentos apresentam bandejas que reservam água e que possuem aberturas. “Tais reservatórios também devem ser limpos constantemente, pois podem apresentar ovos e larvas do Aedes aegypti”.

quarium-980406_960_720Já os aquários, merecem atenção redobrada, segundo o infectologista, caso estejam apenas com água, devem ser protegidos com tela fina. Os bebedouros de animais devem ser lavados regularmente. “Lembrando que fazer a limpeza de todo e qualquer recipiente é fundamental. Não basta apenas trocar água, pois os ovos do mosquito podem permanecer aderidos em bordas ou paredes dos possíveis criadouros”, explica.

No caso das caixas d’água, apenas tampá-las também não é suficiente, segundo o especialista o mosquito consegue penetrar até mesmo entre a caixa e a tampa. “É preciso vedá-la com tela de mosquiteiro, amarrada com elástico ou arame, por exemplo”.

A associação também alerta para a limpeza, que deve ser feita pelo menos uma vez por semana, em todos os pontos dentro e no entorno de residências, como nos vasos sanitários, vasos de plantas, calhas, lajes e outros locais que podem conter ovos e larvas.

Para ajudar nessa tarefa Marcelo Burattini reuniu essas e outras dicas na lista abaixo:

– Caixa d’água: vedar com tela de mosquiteiro, amarrada com elástico ou arame, pois o mosquito consegue penetrar entre a caixa e a tampa.

– Tambores, barris e latas: manter virados, para não acumular água.

– Baldes e bacias: manter virados, para não acumular água.

– Bandejas de geladeira e de aparelhos de ar condicionado: manter limpas e secas.

– Ralos: manter limpos, fechados ou telados.

– Piscinas: manter limpas, com a água clorada.

– Vasos sanitários: manter sempre fechados e limpos, com cândida. No caso de vasos pouco utilizados, efetuar limpeza com escova e colocar cândida ao menos uma vez por semana.

– Caixas de descarga sem tampa e sem uso diário: acionar a descarga pelo menos uma vez por semana.

– Calhas e lajes: manter limpas, sem acúmulo de água.

– Aquários: manter cobertos com tela fina, amarrada com elástico ou arame.

– Bebedouros de animais: lavar com escova e trocar a água sempre que necessário. No máximo, semanalmente.

– Árvores ocas e cercas de bambu: esgotar a água acumulada e preencher com terra ou areia fina.

– Locais externos, com acúmulo de água, como postes de iluminação: esgotar a água e preencher com terra, areia ou pedriscos, inclusive em parques e jardins.

– Instalar telas em portas e janelas.



Uma resposta para “Geladeiras e ar-condicionados podem conter focos de Aedes aegypti”

Deixe uma resposta