Feras da programação entre balões e cálculos

Elisa Marconi | 17 de novembro de 2017
foto divulgaçãoFoto 3

Equipe de estudantes da USP de São Carlos fica entre as melhores da América Latina

O time do Instituto de Ciências Matemáticas e Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo, campus de São Carlos, conquistou o 2º lugar da etapa nacional da Maratona de Programação. A medalha de ouro garantiu para eles a terceira colocação entre os competidores da América Latina e, melhor ainda, o direito de participar da final mundial da competição em Beijing, na China, entre 15 e 20 de abril de 2018.

Ao site do Instituto, Samuel Ferreira, um dos membros da equipe campeã, disse que ele e os colegas estão honrados “por poder representar o ICMC e o Brasil nessa importante competição. Faremos nosso melhor para obter um bom resultado”. Junto com ele estão Lucas Pacheco e Rodrigo Weigert, todos estudantes de Ciências de Computação e participantes do Grupo de Estudos para a Maratona de Programação (GEMA) do Instituto.

Foto divulgaçãofoto 1

72 times brasileiros, formados por 288 estudantes e técnicos enfrentaram 13 desafios de programação em Foz do Iguaçu, Paraná

A disputa aconteceu em Foz do Iguaçu, no Paraná, em 12 e 13 de novembro e contou com 72 times de todo o país, somando 288 estudantes e técnicos brasileiros. Mergulhados entre máquinas e cálculos, os jovens tiveram de resolver 13 desafios de programação. E quer saber por que as fotos parecem bem festivas? É que a cada problema resolvido, o grupo ganha um balão. Assim, à medida que a disputa avança, a sede vai ficando cravejada de pontos coloridos e brilhantes. Quanto mais cor, mais conquistas.

Kiko SierichFOZ DO IGUAÇU/PR - 11/11/17 - Foto Kiko Sierich

Medalhas de ouro para Samuel Ferreira, Lucas Pacheco e Rodrigo Weigerto, da USP de São Carlos

Foto divulgação

 

o)


Deixe uma resposta