Elas existem! Teoria das Ondas Gravitacionais de Einstein é confirmada

Pamela Gouveia | 12 de fevereiro de 2016

Nesta semana, um grupo internacional de cientistas, integrado por pesquisadores brasileiros, anunciou a primeira detecção direta de ondas gravitacionais, aquelas previstas por Albert Einstein há um século. Segundo a matéria publicada na Agência Fapesp por Elton Alisson, o anúncio foi feito por cientistas do projeto Ligo (sigla em inglês de Laser Interferometer Gravitacional-wave Observatory), após uma série de rumores nos últimos meses.Einstein_laughing

A colaboração científica reuniu mais de mil cientistas de mais de 90 universidades e instituições de pesquisa de 15 países, além dos Estados Unidos. Pesquisadores brasileiros também participaram por meio de projetos apoiados pela FAPESP. Entre os participantes do projeto estão Odylio Denys de AguiarMarcio Constâncio JúniorCésar Augusto CostaAllan Douglas dos Santos Silva, Elvis Camilo Ferreira e Marcos André Okada, todos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e Riccardo Sturani, pesquisador do Instituto de Física Teórica da Universidade Estadual Paulista (IFT-Unesp).

Usando detectores gêmeos do projeto Ligo, situados um em Livingston, em Louisiana, e o outro em Hanford, em Washington, nos Estados Unidos – a três mil quilômetros de distância um do outro –, os pesquisadores afirmaram ter observado, pela primeira vez, ondas gravitacionais a partir de um evento cataclísmico, denominado GW 150914, em uma galáxia distante mais de 1 bilhão de anos-luz da Terra.

Os pesquisadores afirmaram que as ondas gravitacionais foram produzidas durante os momentos finais da fusão de dois buracos negros que giraram um em torno do outro, como dois piões, irradiando energia como ondas gravitacionais.

Leia a matéria completa no da Agência Fapesp: http://agencia.fapesp.br/brasileiros_integram_consorcio_que_observou_ondas_gravitacionais_e_buracos_negros/22670/

Por aqui, o físico Hélio Dias fez um comentário sobre a descoberta que vale muito a leitura:

“Foi confirmada a existência das ondas gravitacionais, um fenômeno que representa um importante passo na descoberta do cosmos. Um grupo de cientistas do Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory (LIGO) anunciou, nesta quinta-feira, que conseguiram confirmar a teoria do físico Albert Einstein sobre a existência das ondas gravitacionais, capazes de ondular o tecido espaço-tempo, uma parte da Teoria da Relatividade do cientista, de 1916.

22670

Em coletiva de imprensa às 10h30 (13h30 no horário de Brasília), a equipe do LIGO informou que descobriu ondulações no espaço-tempo criadas pela colisão de dois buracos negros maciços(um buraco negro tinha cerca de 36 vezes a massa do Sol, e o outro cerca de 29 massas solares) de 150 km de diâmetro cada um, acelerando à metade da velocidade da luz.

As ondas criadas a partir da fusão dos dois buracos negros (62 vezes a massa solar) viajam a 1,3 bilhões de anos e dilatam o espaço em uma direção e o contraem em outra.Esta é a primeira fusão de buraco negro que os cientistas conseguiram observar. Consequentemente, fazem isso também com tudo o que há dentro dele, já que se espalham por todo o universo.Quando uma carga elétrica é acelerada emite ondas eletromagnéticas(luz).A ideia de Einstein seria que quando uma massa é acelerada também deveria emitir ondas gravitacionais.”

Entenda a teoria da Relatividade:
https://www.youtube.com/watch?v=ijILu1iEimU



Uma resposta para “Elas existem! Teoria das Ondas Gravitacionais de Einstein é confirmada”

Deixe uma resposta