Dona Claudine e o escorpião

Pamela Gouveia | 29 de outubro de 2016
No meio da manhã, Dona Claudine vem correndo avisar a vizinha Elisa que encontrou um escorpião perto do encanamento de seu apartamento. Apesar da notícia preocupar, o sorriso malandro no rosto da octogenária não dava margem para dúvidas: ela estava aprontando… O artrópode em voga era um marmanjo do signo de escorpião, que a velhinha achou muito bem apessoado. O problema é que o número de envenenamentos por picadas de escorpião vem, de fato crescendo. Para entender melhor essa realidade e conhecer sintomas não muito estudados, um grupo de pesquisadores do Instituto Butantan, liderados pela médica Fan Hui Wen, está debruçado sobre uma coleção de 5 mil escorpiões vivinhos, mas muito bem guardados no biotério da instituição. Veja aqui a reação de Dona Claudine, que é de leão com ascendente em confusão!

 



Uma resposta para “Dona Claudine e o escorpião”

  1. Vera Moura disse:

    O audio nao esta funcionando

Deixe uma resposta