Cócegas no cérebro: gênio da ciência e das artes

Elisa Marconi | 07 de dezembro de 2017
Orlando/Ciência na ruacharge-orlando-interna
(A charge de Orlando foi publicada originalmente na edição 58, de outubro de 2000, na revista Pesquisa Fapesp. Publicação autorizada)

O cara não era fraco. Leonardo da Vinci nasceu em 1452, em Anchiano, hoje pertencente à Itália. Figura super importante no Renascimento, foi cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico.

Ed. IntrínsecaCapa da biografia best seller de Da Vinci

Capa da biografia best seller de Da Vinci

Autor da célebre pintura La Gioconda, ou Monalisa, como é mais conhecida, também se destacou em áreas pouco exploradas pela ciência em seu tempo, como a aviação e a balística.

Segundo a historiadora da arte Helen Gardner, a profundidade e a abrangência de seus interesses e projetos não tem precedentes. Para conferir o jeitão do multiartista e multicientista e tecnólogo, um bom caminho é ler uma biografia.

Em outubro deste ano, o escritor Walter Isaacson, biógrafo de Steve Jobs e Albert Einstein lançou a biografia de Da Vinci, um catatau de 640 páginas, publicado pela editora Intrínseca. O tamanho assusta, mas a leitura é leve e a obra já figura entre as mais vendidas do Brasil, segundo a Livraria Cultura.

 



Deixe uma resposta