Enquanto prepara um café com bastante espuma em sua máquina novinha, Dona Claudine vai morrer de inveja de um bichinho cheio de artimanhas.

No solo de canaviais, próximo à raiz da cana-de-açúcar, é possível ver uma espuma semelhante à de sabão que envolve o corpo de formas imaturas (ninfas) de um inseto conhecido popularmente como cigarrinha-da-raiz (Mahanarva fimbriolata). O inseto representa uma importante praga da cana e tem esse nome porque as ninfas se desenvolvem nas raízes da planta.

Pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), em colaboração com colegas do Instituto de Física de São Carlos, ambos da USP, descobriram que essa espuma, produzida pela própria cigarrinha-da-raiz, confere ao inseto proteção às flutuações de temperatura do ambiente externo.

O artigo saiu na Scientific Reports