Autor: Mariluce Moura

Debate se espalha na universidade pública como resistência ao autoritarismo

“USP contra o golpe” foi o chamado geral do ato em favor da legalidade democrática que tomou na noite da terça, 29 de março, o grande vão do prédio da História e Geografia da Universidade de São Paulo (USP). Distintas análises sobre o momento se sucederam, talvez nenhuma tão sombria quanto a de Paulo Arantes, um respeitado filósofo, professor titular aposentado da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da universidade (FFLCH-USP). “Nós não sabemos o que vai acontecer e, pior, nem eles sabem! Há 52 anos achávamos que estava acontecendo apenas uma intervenção militar passageira – a ditadura...

Leia Mais

Testes clínicos do soro antiveneno de abelhas vão começar

Veneno de abelhas africanizadas pode ser fatal, especialmente se a pessoa receber muitas picadas ou for alérgico a qualquer das toxinas que ele contém. Daí porque o lançamento mundial de um soro pioneiro e brasileiríssimo contra esse veneno, dentro de aproximadamente um ano, é uma bela notícia. Afinal, pelas estimativas, essas abelhas são responsáveis por 8% dos acidentes com animais peçonhentos, provocam cerca de15 mil casos anuais desses acidentes, que resultam em torno de 140 mortes (Vale a perna ver mais detalhes no vídeo). Tudo depende de o produto passar nos testes clínicos que miram a segurança para o...

Leia Mais

Zika pode ter entrado no Brasil em junho de 2013, na Copa das Confederações

O virus zika anda tão sumido da mídia que aos desavisados poderia parecer que ele já não é uma grande ameaça à saúde pública no país. Nada disso, o zika e as síndromes a ele associadas seguem sendo um problemaço a exigir mesmo os investimentos de R$1,2 bilhão em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e ações de educação anunciados pela presidente Dilma Rousseff em 23 de março. Assim, menos mal que um estudo cheio de novidades publicado pela respeitada revista Science no dia 24 o tenha colocado de novo em evidência no jornalismo nacional. O artigo resultante do estudo é assinado...

Leia Mais

Plano de R$1,2 bilhão para pesquisa de zika se baseou nas propostas da comunidade científica

Ciência na rua | Ciência na Rua Diante de representantes da comunidade científica do país, de gestores do sistema nacional de ciência e tecnologia e ladeada, entre outros, por dois ministros ligados ao PMDB, Celso Pansera, da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e Celso Castro, da Saúde, a presidente Dilma Rousseff anunciou no fim da manhã da quarta feira, 23, em cerimônia no Palácio do Planalto, investimentos totais de R$1,2 bilhão na parte de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e educação do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia. Num reconhecimento de que o país deve exercer um protagonismo...

Leia Mais

Um lugar de resistência a qualquer autoritarismo

Mais afeito à epistemologia e à lógica, o filósofo especialista em Ludwig Wittgenstein (1889-1951) observa que precisa operar um deslocamento grande para pensar a política. Mas, convidado a abordar a crise aguda que vem convulsionando a sociedade brasileira João Carlos Salles, reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), na verdade não mostra dificuldade para fazer esse trânsito. “A política é o lugar da condição de produção do diálogo, no qual proposições em conflito fazem parte do jogo”, diz. Essa crise rompe justamente com a condição de enunciação, completa. Ele vê no contexto atual uma pressa alucinada em se cristalizar posições, observa uma militância agressiva sem nenhuma disposição de escuta, sem nenhuma paciência com o outro, atuando na demolição das pautas da política e fazendo emergir um discurso disruptivo, violento. João Carlos observa que há, claro, alguma agressividade também à esquerda, “mas a esquerda está mais aclimatada ao ambiente da representação, aos mecanismos simbólicos de ostentação por uma prática que já vem de muito tempo”. E responde à pergunta sobre por que as posições mais à direita não se contiveram ao longo dos últimos meses, e principalmente no período mais recente, nos enunciados e espaço próprios da política, com uma outra indagação. “Onde estava a direita no país? Acomodada e feliz na ditadura e não se manifestava dessa forma no espaço político. Depois, uma certa direita envergonhada apresentava suas demandas...

Leia Mais