Ararinha-azul reaparece na natureza depois de 15 anos

Pamela Gouveia | 26 de junho de 2016

A ave que aparece nesse vídeo voando livremente pela natureza, é a famosa ararinha-azul, que há 15 anos estava desaparecida. O vídeo curtinho foi gravado por uma moradora de Curaçá, na Bahia, habitat natural da espécie que é um dos maiores orgulhos da Caatinga. A ave não era vista desde 2000, quando último exemplar conhecido desapareceu, acredita-se, capturado ou morto por traficantes de aves.

A primeira pessoa a ver a ararinha-azul foi o agricultor Nauto Oliveira, morador da região e, no dia seguinte, 18 de junho, sua esposa Lourdes e sua filha, Damillys conseguiram registrá-la nesse vídeo. Rapidamente avisaram as autoridades, que não tiveram dúvida, trata-se realmente da ararinha-azul (Cyanopsitta spixii), isso porque a espécie tem um grito bem característico, como se ouve no vídeo.

A suspeita dos especialistas é que essa ave tenha sido solta pelo dono, provavelmente com medo de ser localizado e autuado por crime ambiental. Ela é um dos animais raros e mais ameaçados do planeta, principalmente pelo histórico de destruição de seu habitat e a intensa captura para o comércio illegal. A espécie é um símbolo mundial da importância de preservação da biodiversidade.

Na cidade de Curaçá os moradores participam de um projeto que busca reinserir na natureza alguns dos exemplares de ararinhas mantidos em cativeiro, para recuperação da espécie. O próximo passo agora, segundo os biólogos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil (SAVE Brasil) é a localização da ararinha-azul na região e garantir a segurança da ave.

 

 

 

 



Deixe uma resposta