Toby Melville/Reuters

Avião passa em frente à Lua no céu de Londres

A primeira lua cheia de 2018 já mostra a que veio. Ela vem como superlua, nome que se dá ao momento em que nosso satélite natural fica mais próxima da Terra e parece maior quando observada.

O perigeu, momento em que a Lua chega mais perto da Terra aconteceu ontem, às 19h56 (horário de Brasília), e a distância era de 356mil km. Só para comparar, o comum é de 384 mil km.

À Agência Estado, a astrônoma Josina Nascimento, do Observatório Nacional, a superlua da primeira noite do ano foi a segunda maior desde o ano 2000 e seu brilho só será superado no ano de 2027. “A primeira foi a que ocorreu em 14 de novembro de 2016”, explicou.

Se você não puder olhar para o céu estes dias, não se preocupe. A próxima superlua de 2018 acontecerá dia 31 de janeiro. Com uma especialidade, será acompanhada por um eclipse total da Lua.